Criatura prototipa estadiômetro digital de código aberto

Criatura prototipa estadiômetro digital de código aberto

A Casa Criatura trabalha em pesquisa para prototipar estadiômetro de código aberto e de baixo custo para atender a comunidade de saúde local.

Estadiômetro ou antropômetro é uma ferramenta muito usada em avaliações nutricionais ou esportivas. Faz parte do diagnóstico nutricional, entre outras ações, fazer avaliações antropométricas, na qual a profissional vai avaliar dados como o Índice de Massa Corporal (IMC), percentual de gordura e outros dados físicos que podem ser analisados com maior precisão através do uso de um estadiômetro. O aparelho serve, essencialmente, para medir a estatura das pessoas. O modelo vertical é usado em adultos, enquanto que o horizontal é mais usado para o público infantil.

O artefato consegue ser mais eficiente que uma fita métrica, com medidas mais próximas da realidade observada. Existem vários tipos de antropômetros e podem ser tanto fixos quanto portáteis. A Casa Criatura, junto com a iniciativa Careables.org e a Natura Bit, está prototipando um aparelho digital, de código aberto e de baixo custo, para atender a rede médica e a comunidade local.

Em conversas com Cristiano Lopes, biólogo, maker e responsável pela iniciativa Natura Bit, fala que o projeto surgiu a partir de conversas estabelecidas com a nutricionista Fernanda Lemos Leal e Ricardo Ruiz, integrante da Global Innovation Gathering e representante da Careables no Brasil. Ele relembra que a ideia surgiu para ajudar a nutricionista, com a construção de uma solução viável para fazer os atendimentos nos Postos de Saúde da Família (PSF), locais onde trabalha. Nos PSFs, Fernanda Lemos afirmou que não dispunha das ferramentas necessárias para fazer a avaliação nutricional, pois alegou que é um equipamento de alto custo. Para isso, a profissional usa uma fita métrica, o que implica na precisão do diagnóstico nutricional e torna o processo de avaliação mais lenta. Segundo Lopes, o desafio da pesquisa foi desenvolver uma solução economicamente viável que auxiliasse profissionais de saúde a fazer o atendimento nas comunidades, de modo mais preciso e rápido:

Foi a partir dessa problemática que desenvolvemos a pesquisa para criar o estadiômetro digital. O artefato chega como uma solução inovadora, que pode ser adquirido a baixo custo e, portanto, acessível. […] Vivemos num momento de crise econômica muito forte. É preciso pensar em soluções inovadoras que consigam atender ao atual contexto econômico e social que vivemos hoje, no Brasil. E pensar em soluções de código aberto e a baixo custo é primordial para manter a qualidade do atendimento nas comunidades

Cristiano Lopes, da Natura Bit

O biólogo também fala que a Casa Criatura tem colaborado a pensar em estratégias para envolver a pesquisa nas ações desenvolvidas por seu laboratório maker. Isac Filho, da Casa Criatura, fala que a pandemia deixou evidente como espaços de inovação podem ser úteis ao desenvolvimento de soluções rápidas e de baixo custo no combate a covid-19, mas que isso pode ser aplicado a outros contextos, como tem sido com a pesquisa voltada a desenvolver um antropômetro de código aberto e de baixo custo, realizada em parceria com a Natura Bit e a Careables:

A pandemia possibilitou aproximar, ainda mais, o universo da saúde e com a da fabricação digital. A pesquisa e prototipação do estadiômetro surge como uma oportunidade de continuar contribuindo com a sociedade em um tema que cada vez mais se torna urgente: a acessibilidade na saúde e no cuidado

Isac Filho, Casa Criatura

A pesquisa segue para a sua segunda fase, com etapas de ajustes e testes do protótipo. Todo o processo deste estudo pode ser acessado no welder, por meio deste link

Acompanha a gente por aqui e apoie as nossas iniciativas! Compartilha essa informação com mais pessoas e segue a Criatura nas redes sociais.

PortugueseArabicSwahiliChinese (Simplified)SpanishEnglishItalian