Dia do Controle da Poluição por agrotóxico

Dia do Controle da Poluição por agrotóxico

Dia 11 de janeiro é comemorado no Brasil como o dia de Controle da Poluição por agrotóxicos.

Esta campanha é comemorada, em todo o mundo, no dia 3 de dezembro como Dia Mundial da Luta contra os Agrotóxicos. A data marca um evento trágico ocorrido em Bophal, na Índia, no ano de 1984, quando um vazamento de um tanque subterrâneo de agrotóxicos chegou a matar 8 mil pessoas e deixou intoxicadas outras 150 mil!

Após esse evento, países têm realizado as suas próprias campanhas para conscientizar o não uso de substâncias químicas na agricultura e o fortalecimento da agroecologia como alternativa e medida mais sustentável.

A agroecologia não faz uso de substâncias químicas, o controle de pragas é realizado de forma a não agredir a natureza, portanto, é ecológica. A prática agroecológica não provoca danos ao solo, nem aos mananciais de água e nem atinge os animais. O conceito foi desenvolvido pelo pesquisador Howard(1934) e posteriormente utilizado por Lysenko (1950). A agroecologia é uma prática que busca superar os danos causados à biodiversidade com propostas alternativas a práticas de monocultura, uso de fertilizantes e agrotóxicos.

E com as mudanças climáticas e os perigos à saúde, causado pelo uso de substâncias químicas para controle de pragas na agricultura, os produtos alimentícios categorizados como orgânicos ou agroecológicos têm sido procurados com mais frequência pelos consumidores. Segundo dados apresentados pelo Greenpeace(2020), a agricultura familiar no Brasil ocupa menos de um quarto das terras usadas para o plantio agroecológico, mas chega a fornecer 70% da comida ingerida pelos brasileiros e brasileiras, o que representa cerca de 67% de ocupações na área agropecuária (IBGE, 2017).

A Casa Criatura apoia iniciativas agroecológicas e em 2021 buscará aproximar pessoas e instituições parceiras que atuem nesta área. Em 2020 iniciamos uma relação próxima com um sítio em Abreu e Lima e daqueles encontros surgiu a ação Criatura da Mata, que busca pensar e implementar iniciativas focadas na preservação do meio ambiente (ou no patrimônio natural) além de buscar apoios, formas de fomentar e divulgar ações e projetos focados em produção de comida saudável (sem agrotóxicos), valorização da agricultura familiar, iniciativas de preservação ambiental, valorização do patrimônio natural e dos biomas locais e tudo o que esteja relacionado a uma autonomia alimentar, como fabricação própria dos seus alimentos.

Apresentamos, a seguir, o começo da nossa jornada nesse universo que prioriza o respeito pela vida. Abaixo estão os registros da nossa visita do sítio em Abreu e Lima e à Zona de Proteção da Mata de São Bento. As imagens são de autoria de Ricardo Ruiz e Rostand Costa.

Gostou da ideia e deseja colaborar? Entra em contato conosco!

PortugueseArabicSwahiliChinese (Simplified)SpanishEnglishItalian