Francis Kéré ganha o prêmio Pritzker de Arquitetura

Francis Kéré ganha o prêmio Pritzker de Arquitetura

Semana passada, Diébédo Francis Kéré ganhou o prêmio Prêmio Pritzker de Arquitetura 2022, um dos mais importantes da área. Entenda o porquê admiramos tanto o seu trabalho.

Diébédo Francis Kéré, nascido em Gando,  Burkina Faso (1965) – um dos países menos desenvolvidos da Africa, é o primeiro arquiteto negro a ganhar o Prêmio Pritzker de Arquitetura

Kéré foi o filho mais velho do chefe da sua aldeia e o primeiro da sua comunidade a frequentar a escola. Seu desejo pela arquitetura é coisa antiga e surgiu ainda na infância, quando Francis frequentou uma sala de aula construída em blocos de cimento, mal iluminada e com pouca ventilação. Sua escola era justamente o oposto do ambiente acolhedor onde sua avó lhe contava histórias e isso foi suficiente para direcionar a sua carreira quando adulto. 

Foto de Burkina Faso, da Fundação Kéré.

Os pais incentivaram Kéré a estudar e ele foi para Berlim cursar arquitetura, graduando-se em 2004. Sua primeira obra foi a Escola de Gando (2001), um projeto que envolveu toda a comunidade local na sua construção. Esta obra foi reconhecida e ganhou o Prêmio Aga Khan (2004). Depois disso, Kéré abriu uma fundação para projetos que seriam executados em vários países africanos.

Foto da Escola de Gando.

Uma arquitetura natural : como tirar proveito dos recursos disponíveis nos lugares 

Uma das preocupações de Kéré é projetar estruturas em contextos de extrema escassez. Podemos dizer que as construções do arquiteto são amigas do clima, pois apresentam soluções que sabem contornar problemas como o calor intenso, tão comum nas regiões africanas. Uma das suas obras no Mali, o restaurante presente no Parque Nacional de Bamako, foi projetado com saliências nos telhados de zinco, que além de proporcionar sombra também contribuem para a climatização do local. 

As obras arquitetônicas de Kéré priorizam o uso de material local, como pedras encontradas na região e utilizadas no revestimento dos edifícios. Esse recurso acaba por valorizar as identidades culturais, mas também reduz os custos de construção. Esse mesmo princípio foi utilizado no Liceu Schorge Koudougou (2016), em Burkina Faso. Com ajuda dos trabalhadores locais, o edifício possui um design arrojado e faz uso de material local, que permite uma boa ventilação. Todo o mobiliário da escola foi feito em madeira de lei e a estrutura do telhado foi montada a partir de resíduos de aço. 

O tradicional e o contemporâneo: as obras de Kéré são atemporais 

Uma das características mais marcantes do arquiteto é saber aliar inventividade aos contextos culturais e tradicionais dos territórios. As obras de Kéré são graciosas, versáteis e conseguem criar um perfeito diálogo entre  afro-futurismo e tradição

O edifício da Goethe-Institut, projetado na capital senegalesa de Dakar, reflete o poder inventivo e a solução arrojada de Kéré. O arquiteto utilizou tijolos BTC, cuja composição é de um material da região (terra comprimida), e a disposição com que foi construído o edifício confere uma aparência sofisticada e contemporânea ao lugar.

Goethe-Institut de Dakar

O uso de materiais de construção encontrados nos lugares onde as obras são instaladas têm uma importância cultural e também ecológica, fundamentando-se nos princípios de uma economia circular. E este é um dos princípios que norteiam os projetos desenvolvidos pela equipe de projetos de arquitetura na Casa Criatura.  

Assim como Kéré, buscamos propor obras arquitetônicas e soluções em design que priorizem os contextos e recursos locais, sem deixar de priorizar arranjos e formas versáteis, chegando às premissas difundidas por ele: de pensarmos numa arquitetura universal e consciente, que sabe o papel de construir “com” e “para” o seu público, com o fim de chegar em soluções que tragam conforto e bem-estar a todo o ecossistema local.  

REFERÊNCIAS 

HARROUK, Christele. Francis Kéré Receives the 2022 Pritzker Architecture Prize. Archdaily. Disponível em: https://www.archdaily.com/978446/francis-kere-receives-the-2022-pritzker-architecture-prize. Acesso em: 21 mar. 2022. 

BARATTO, Romullo. Who Is Diébédo Francis Kéré? 15 Things to Know About the 2022 Pritzker Architecture Laureate.  Archdaily. Disponível em: https://www.archdaily.com/978508/who-is-diebedo-francis-kere-15-things-to-know-about-the-2022-pritzker-architecture-laureate. Acesso em: 21 mar. 2022. 

ABDEL, Hana; PINTOS, Paula. Francis Kéré: Get to Know the 2022 Pritzker Winner’s Built Work. Archdaily. Disponível em: https://www.archdaily.com/978482/francis-kere-get-to-know-the-2022-pritzker-winners-built-work. Acesso em: 21 mar. 2022.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PortugueseArabicSwahiliChinese (Simplified)SpanishEnglishItalian